Sexta, 27 Março 2015 10:15 Última modificação em Sexta, 24 Abril 2015 15:28|

Sociedade pode auxiliar na construção do SIS REDD+
Destaque

Desde a aprovação do Marco de Varsóvia para REDD+ em 2013, o Brasil trabalha no cumprimento de requisitos para reconhecimento dos resultados alcançados pelo País na redução de emissões de desmatamento no bioma Amazônia. Dentre os elementos necessários ao reconhecimento dos resultados está o sistema de informações sobre salvaguardas de REDD+ (SIS REDD+), que demonstrará como as salvaguardas de REDD+ são abordadas e respeitadas. A expectativa é de que o sistema auxilie na implementação efetiva das salvaguardas de REDD+ e subsidie o aprimoramento da Estratégia Nacional de REDD+ (ENREDD+).

O desenvolvimento do sistema é mais um passo na evolução do tema salvaguardas de REDD+. O processo se iniciou em 2012, quando o Ministério do Meio Ambiente (MMA) organizou um painel técnico de especialistas da sociedade civil para a elaboração de um levantamento preliminar de potenciais fontes de informações para avaliar a implementação dessas salvaguardas no Brasil. O grupo produziu um relatório que serviu de insumo para a elaboração do primeiro sumário de informações sobre salvaguardas, documento que integrará a Terceira Comunicação Nacional à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês).

Além da submissão à UNFCCC, o trabalho realizado pelo painel técnico é um dos insumos para o desenvolvimento da primeira versão do SIS REDD+ do Brasil. Contudo, o desenvolvimento do SIS REDD+ depende do aprimoramento do entendimento das salvaguardas pelo Brasil, do desenvolvimento de uma metodologia para avaliar sua efetiva implementação e do levantamento de novos elementos, durante novo período de trabalho colaborativo sobre o tema salvaguardas.

O objetivo é que não apenas se organizem elementos para o funcionamento do sistema, mas também que se reflita sobre o estado de implementação das salvaguardas de REDD+ pelo Brasil. Esse processo, conduzido pelo MMA, contará novamente com a participação de atores da sociedade civil interessados no tema.

Assim, a Gerência de Mudança do Clima e Florestas do MMA convida interessados, estudiosos e profissionais especialistas no tema salvaguardas de REDD+ para participar desse processo de construção das salvaguardas e do SIS REDD+ pelo Brasil. Manifestações de interesse serão consideradas até o dia 17 de abril de 2015. Pessoas interessadas e especialistas serão convidados a participar de reuniões e iniciativas do governo federal sobre as salvaguardas de REDD+ em caráter voluntário, não é prevista qualquer remuneração, nem apoio na forma de reembolso para despesas como passagens aéreas. Dúvidas sobre o funcionamento dos trabalhos podem ser sanadas pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelos telefones 61 2028 2451 ou 61 2028 2452.

Para se inscrever, basta enviar os seguintes dados: nome completoinstituição à qual é vinculado (se aplicável), e-mailcontatos telefônicos e breve descrição sobre sua experiência com o tema salvaguardas de REDD+ para o endereço O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..