Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Belém recebe oficina regional sobre salvaguardas de REDD+

Publicado: Segunda, 07 de Maio de 2018, 12h27 | Última atualização em Segunda, 14 de Maio de 2018, 15h44

O grupo da oficina de Belém, após 3 dias de trabalho

Por três dias, participantes se dedicaram a identificar indicadores para as salvaguardas C e D.

 

No âmbito do desenvolvimento do Sistema de Informações sobre Salvaguardas (SISREDD+), desde março de 2018 tem sido organizadas oficinas regionais para a construção coletiva dos requisitos do sistema. Após as etapas de Rio Branco e Cuiabá, foi agora realizada a 3ª Oficina para Desenvolvimento da Metodologia de Avaliação das Salvaguardas de REDD+, em Belém, entre os dias 2 e 4 de maio. O trabalho consistiu na avaliação das salvaguardas C (relacionada ao respeito ao conhecimento de povos indígenas, povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares e tradicionais - PIPCTAFT) e D (participação plena e efetiva), das mais relevantes para os beneficiários diretos de recursos de REDD+.

 

As atividades foram executadas por um total de 49 pessoas, entre representantes de povos indígenas, povos e comunidades tradicionais, agricultores familiares, academia e administração pública federal e estadual. Estavam representadas 36 instituições, de 5 unidades federativas. Como novidade em relação às etapas anteriores, foi realizada uma manhã de alinhamento de conceitos por demanda do público PIPCTAFT, para melhor aproveitamento dos debates dentro dos grupos. Após um dia de apresentações introdutórias, o trabalho se desenvolveu dentro de grupos, que se debruçavam em alvos de monitoramento espefícios. Os resultados foram compartilhados no último dia, para complementação de participantes de outros grupos.

 

Essa oficina foi realizada com apoio do Programa Políticas sobre Mudança do Clima (PoMuC), uma cooperação entre o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Agência de Cooperação Alemã (GIZ). No âmbito do PoMuC, o Grupo Natureza Sociedade e Conservação (Grupo NSC) é responsável pelo apoio técnico-metodológico no desenvolvimento da metodologia de avaliação das salvaguardas de REDD+.

 

Fique atento para informações sobre as próximas etapas do desenvolvimento metodológico do SISREDD+.


Clique nos links abaixo para acessar o material da oficina:

Lista de presença

Metodologia - Grupo NSC

Oficinas para desenvolvimento do SISREDD+ - Ministério do Meio Ambiente

Desenvolvimento do programa REM no MT - GIZ

Fim do conteúdo da página