Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > REDD+ na UNFCCC > Marco de Varsóvia para REDD+
Início do conteúdo da página

Marco de Varsóvia para REDD+

Publicado: Sexta, 23 de Setembro de 2016, 17h11 | Última atualização em Sexta, 06 de Janeiro de 2017, 10h07

 

 

Em novembro de 2013, a 19ª Conferência das Partes (COP-19) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês) em Varsóvia, Polônia, definiu um conjunto de sete decisões (Decisões 9 a 15/CP.19) sobre aspectos metodológicos, institucionais e de financiamento para pagamentos por resultados de REDD+, o Marco de Varsóvia para REDD+ (The Warsaw Framework for REDD+).

As decisões definem o funcionamento de uma arquitetura internacional para prover incentivos financeiros a países em desenvolvimento que implementem políticas para a redução das emissões de gases de efeito estufa provenientes do desmatamento e da degradação florestal e o papel da conservação florestal, do manejo sustentável de florestas e do aumento dos estoques de carbono florestal.

O Marco de Varsóvia para REDD+ estabelece os requisitos para o reconhecimento de resultados de mitigação no setor florestal e para a obtenção de pagamentos por resultados. Entidades financiando REDD+ devem aplicar as metodologias e requisitos estabelecidos pelo Marco de Varsóvia para REDD+. A Decisão 9/CP.19 reconhece o papel central do Fundo Verde para o Clima (GCF) para canalizar recursos em escala adequada e previsível para países em desenvolvimento que estejam implementando atividades REDD+. Pagamentos por resultados de REDD+ também podem ser feitos por outros fundos multilaterais ou diretamente por países desenvolvidos.

 

Clique aqui para saber a respeito da "Implementação do Marco de Varsóvia para REDD+ pelo Brasil".

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página