Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

COP22: Evento discute a implementação da ENREDD+

Publicado: Sexta, 11 de Novembro de 2016, 16h30 | Última atualização em Quarta, 16 de Novembro de 2016, 12h43

cop22 event enredd

 

A implementação da Estratégia Nacional para REDD+ do Brasil foi tema de debate promovido durante a 22ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP22), em Marraqueche, Marrocos. O evento "National REDD+ Strategy: From a subnational to a national approach" (Estratégia Nacional para REDD+: de uma abordagem subnacional para uma abordagem nacional), realizado no dia 11 de novembro, no Espaço Brasil, contou com a participação de membros da Comissão Nacional para REDD+, representante do Fundo Amazônia e da Coordenação de REDD+ do Governo de Moçambique. Clique aqui para ver a programação (em inglês).

Leticia Guimarães, MMA, pontuou o pioneirismo brasileiro no cumprimento do Marco de Varsóvia para REDD+ e apresentou a construção da governança para REDD+ no Brasil, com a instituição da Comissão Nacional para REDD+ e de suas Câmaras Consultivas Temáticas. Pontuou que REDD+ é tido como meio de implementação da Contribuição Nacionalmente Determinada ao Acordo de Paris, que também prevê cooperação sul-sul em temas florestais, especialmente com países lusófonos. Como próximos passos para a implementação de REDD+ em nível nacional, anunciou que o país deve apresentar o nível de referência de emissões florestais por desmatamento no bioma Cerrado à UNFCCC em janeiro de 2017.

Ademir Stroski, Secretário de Meio Ambiente do Amazonas, fez considerações a respeito do engajamento dos estados amazônicos no combate ao desmatamento e da participação na Comissão Nacional para REDD+, pontuando a necessidade de recursos financeiros para o cumprimento dos compromissos de redução de emissões provenientes do desmatamento. Carlos Rittl, secretário executivo do Observatório do Clima e representante da sociedade civil na CONAREDD+, comentou a escassez de recursos para o combate ao desmatamento e a necessidade da plena implementação de REDD+ em âmbito nacional e internacional.

Juliana Santhiago, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, apresentou o Fundo Amazônia, instrumento financeiro de REDD+, e suas principais linhas de ação. Além do portifólio de projetos focados no bioma Amazônia, apresentou as possibilidades de apoio a outros biomas brasileiros e outros países com florestas tropicais.

Momade Nemane comentou a recente missão do Governo de Moçambique ao Brasil para identificação de áreas para cooperação e apresentou um video sobre a missão.

 

Confira as apresentações utilizadas durante o evento (em inglês):

ENREDD+: From a subnational to a national approach - Leticia Guimarães, MMA

The Amazon Fund - Juliana Santhiago, BNDES

Brazil & Mozambique: A knowledge exchange platform - Momade Nemane, Moçambique

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página